Friday, February 25, 2005

DISTÚRBIO

Gosto de ti quando estás longe.
No silêncio da reflexão.
Apenas na lembrança, gosto de ti.
Como se morto estivesses.
Como se todas as tardes guardassem as súplicas da oração das seis
e os segredos do arco-íris após a chuva.
Gosto de ti atrás desta muralha cega. Embriagada. Pálida. Intransponível.
Piloto apressado da telepatia. Isto, para que entendas rápido. Para sempre.
Não quero sombra de chegança a vagar por minha expectativa.
Não quero ninhos. Não tragas nunca, nas mãos, a felicidade.
Não sei recebê-la.
Desnecessário olhar para o espelho e constatar que tenho a alma deserta
e que não sei dividir nem o canto das cigarras.
Gosto da tua voz distante. Da saudade do querer.
Não gosto de querer.
Gosto de ti ausente. Partindo sempre.
Da tua mala arrumada. Da chave jogada na mesa. Do semblante de quem perde.
Do cabelo desgrenhado. Do soco que dás no ar.
Do chute que dás na porta. Da mudez após o grito.
Gosto do teu sofrer. Das tuas lágrimas.
Da tua eterna pretensão em me querer.
De mim, nem gosto.
Suporto porque não tenho aonde ir.
Mas de ti...
Gosto.

(Cláudia Villela de Andrade – http://www.luamagica.blogdrive.com )

6 comments:

meialua said...

Olá. Fiquei contente que tenhas gostado do poema e que o tenhas querido publicar. Não conhecia o teu blog. Gosto das poesias que escolhes.
Obrigada por teres mencionado o meu blog, mas lua magica é o meu e_mail e não o endereço do blog ;o)

O endereço correcto é
http://fragmentosdalua.blogdrive.com

Beijinhos. voltarei mais vezes*

Márcia Maia said...

Belo poema de Claudinha. Já a foto, não apareceu. ;(
beijo!

Peter said...

Claudia, tomei conhecimento do seu poema pela "amita", mas não consegui aceder ao seu blog,nem podia, pois o endereço não estava correcto.Se der, vou incluir o seu blog nos n/links do "conversasdexaxa3" e aqui neste, que é só meu.

Peter said...

Márcia, tenho pena que não consiga aceder à foto que é bastante original. Que posso fazer?

Peter said...

Espectacular o seu blog, Cláudia. Parabéns.

amita said...

Cláudia e Peter desculpem a confusão. Fico muito contente por gostarem dos blogs um do outro, onde a qualidade impera. Bjokas grandes e um sorriso