Friday, March 11, 2005

Hilda Hist



Para poder morrer
Guardo insultos e agulhas
Entre as sedas do luto.

Para poder morrer
Desarmo as armadilhas
Me estendo entre as paredes
Derruídas.

Para poder morrer
Visto as cambraias
E apascento os olhos
Para novas vidas.
Para poder morrer apetecida
Me cubro de promessas
Da memória.

Porque assim é preciso
Para que tu vivas.

(Poema que consta do livro "A Obscena Senhora D" de Hilda Hilst )

7 comments:

heloisa said...

_BELISSIMO, *PETER*!!!!!
LINDISSIMO POEMA!_Alias, gosto muitissimo da Obra desta "controversa" POETISA!!!!!

_FICA MEU AMIGO ABRACO E VOTOS DE EXCELENTE FIM DE SEMANA!
_Muito Obrigada por Suas Gentis Visitas!
(Nao tenho estado bem, dai', minha demora em visita'-LO!).
Heloisa B.P.
*************************

lique said...

Tão belo este poema! Tem um bom fim de semana,Peter. Beijos

Peter said...

Olá Heloísa, lamento que tenha estado doente e faço votos para que recupere rapidamente para voltarmos a tê-la entre nós. Também tem um poema dela no "conversas".Bom Domingo.

Peter said...

Lique, de facto gosto mais deste do que daquele que publiquei no "conversas". Amanhã publico lá outro poema, com uma pequena biografia (a pedido). Bom Domingo.

Anonymous said...

Peter, é sempre um prazer visitar este cantinho maravilhoso. Vim ver as novidades e desejar uma excelente semana (SOLange/Brasil)

Peter said...

Obrigado pela visita Sol. Igualmente uma boa semana para vc.

Heloisa B.P. said...

MUITO OBRIGADA PELAS GENTIS E AMIGAS PALAVRAS, PETER!

Estou agora um pouquito melhor, mas... instavel!
_Tenho de facto, um POEMA da *HILDA*, no "Conversando..." e, teria muitos mais se me pudesse dedicar mais tempo ao blog (s)!

Um destes dias, voltarei a colocar la' *BOCAGE*, em Sua Honra, visto me ter deixado antever que gostaria de ler mais BOCAGE!!!
_FIQUE EM SAUDE E HARMONIA E, mais uma vez OBRIGADA pela Sua Gentil Atencao!
Abraco Amigo!
Heloisa.
****************