Thursday, January 06, 2005

Passa, ave, passa, e ensina-me a passar ...

“Antes o voo da ave, que passa e não deixa rasto,
que a passagem do animal, que fica lembrada no chão.
A ave passa e esquece, e assim deve ser.
O animal, onde já não está e por isso de nada serve,
mostra que já esteve, o que não serve para nada.

A recordação é uma traição à Natureza,
porque a Natureza de ontem não é Natureza.
O que foi não é nada, e lembrar é não ver.

Passa, ave, passa, e ensina-me a passar!”

(Alberto Caeiro)

Acho este poema muito belo e profundo. Por isso o escolhi. Porque me diz muito e vem de encontro ao meu estado de espírito.
Escolhe-se um poema como quem colhe uma rosa. E do mesmo modo que esta exibe a sua beleza, tal sucede com o poema, que também como um bom vinho precisa de respirar. No seu livro, enfileirado na estante, fenece e morre. É preciso fazê-lo voltar à vida: dar a conhecê-lo, ou relembrá-lo ...

Tem tanto para dizer!

“A ave passa e esquece ...”, “não deixa rasto”, “lembrar é não ver” ( eu diria que lembrar não é viver, é alimentar o espírito com o passado e este está morto).

Deixai-me voar nas asas da poesia ...

14 comments:

blimunda said...

empresto-te as minhas... asas...tenho muitas... penas...

Peter said...

Obrigado! Sabia que podia contar contigo.*

mariah said...

Caeiro é um Mestre.
Gosto.


...
Realmente, que 2005 possa ser outro ano mais decente.

obrigada pela visita´.

Anonymous said...

Peter preciso discordar
hoje estive lendo o blog de um grande amigo. Ele também discorreu sobre esse tema... a memória... ando sensibilizada por conta da perda de memória de uma pessoa a quem amo demais... posso lhe dizer que não há nada mais cruel do que a perda da memória ...significa perda de identidade... espero lembrar de tudo e de todos... sempre... mesmo que as recordações não sejam prazeirosas... foram vividas.... e isto basta... um beijo grande.... gi

Anonymous said...

Peter preciso discordar
hoje estive lendo o blog de um grande amigo. Ele também discorreu sobre esse tema... a memória... ando sensibilizada por conta da perda de memória de uma pessoa a quem amo demais... posso lhe dizer que não há nada mais cruel do que a perda da memória ...significa perda de identidade... espero lembrar de tudo e de todos... sempre... mesmo que as recordações não sejam prazeirosas... foram vividas.... e isto basta... um beijo grande.... gi

Peter said...

Gi, julgo estarmos a falar de dois assuntos diferentes:
- A perda da memória,que significa a perda da identidade do indivíduo.É uma doença.
- O esquecer factos passados e olhar em frente,que é uma atitude.Passou,passou,não podemos reconstituir o passado,há é que viver o futuro.

Anonymous said...

peter podemos estar a falar de coisas diferentes... mas continuo achando que não precisamos esquecer o que passou.... as experiências são indeléveis... com certeza o agora é diferente porque vivemos o ontem.... engrandece,nunca minimiza.... gi

heloisa said...

“A ave passa e esquece ...”, “não deixa rasto”, “lembrar é não ver” ( eu diria que lembrar não é viver, é alimentar o espírito com o passado e este está morto).

Deixai-me voar nas asas da poesia "
............................................................
**************************************************************DISPENSA OS MEUS COMENTARIOS!!!!!!!!!!!
_OBRIGADA!
Abraco.
Heloisa.
**********************

Peter said...

Heloísa, o poema do Pessoa vale o que vale e não é isso que está em causa.O que se discute é o passado e o futuro e no post expresso o meu ponto de vista, discutível,claro.

Maria Fernanda said...

Gostaria que houvesse uma receita que fizesse algumas lembranças ficarem guardadas no arquivo morto da minha memórias, mas elas insistem em fazer parte do meu dia a dia.

Lindo poema como muitos que encontrei aqui.

heloisa said...

_PETER*, MEU AMIGO*,
Desejo que tenha vivido um Bom Fim de Semana e se prepare para enfrentar Outra
com SAUDE e... a ALEGRIA E FELICIDADE POSSIVEL!
_VAMOS AO SEU COMENTARIO, AO MEU "COMENTARIO"!!!!!!!

_De facto, o POEMA(EXCELENTE!) "vale o que vale"!... E... *VALE MUITISSIMO*!!!
Mas o que esta' em causa:DIZ VOCE, e'"o seu ponto de vista sobre o PASSADO E O FUTURO" (ponto de vista discutivel, naturalmente!)

Destaco:"( eu diria que lembrar não é viver, é alimentar o espírito com o passado e este está morto).".......................................
Pois bem, tinhamos aqui "materia" para uma conversa de HORAS e, nao sei se alguma vez o tema se esgotaria! Mas, assim, numa simplicissima e simplista analise deste seu "PONTO DE VISTA DISCUTIVEL", eu diria _em meu ponto de vista, tambem ele, MUITO DISCUTIVEL_:que quem LEMBRA factos passados nao pretender VIVER deles nem com ELES!... pretende ""reinventa'-los" revinvendo-os, e tirando os mesmos s BOAS OU MAS "licoes" EXPERIENCIAS e, arquiva'-las no arquivo da memoria e da ALMA e crescer com a "licao" dai extraida:_POSITIVA OU NEGATIVA_ porque ambas sao importantes e pertinentes para o "TAL" CRESCER COMO SER HUMANO!!!!!!!!!!etc...............
_"O PASSADO ESTA' MORTO"-diz VOCE!_ESTARA'?????????_NAO SOMOS NOS ENTAO, ENQUANTO SERES PENSANTES UM "SOMATORIO DE PASSADOS"!????..................
E, por ai' fora, meu CARISSIMO PETER*, que muito APRECIO a SUA ESCRITA e TODAS AS SUAS ESCOLHAS, nas quais, denota (e, eu, pressinto) EXTREMA SENSIBILIDADE, CONSCIENCIA E.. INTELIGENCIA!!!!!!!!!Mas, neste PONTO em questao, divergimos um pouco, no modo como sentimos encaramos ou aceitamos *O PASSADO (O PRESENTE) E O FUTURO*!!!
_FIQUE BEM, MEU AMIGO! Perdoe se me alonguei!
Meu Abraco e, meu sorriso!
Heloisa.
************************

Peter said...

Maria Fernanda, obrigado pela visita. Os poemas são seleccionados consoante o meu estado de espírito. Fico contente por ter gostado.

Peter said...

De modo algum Heloísa. São pontos de vista que divergem, como é óbvio. Também não pretendo ser radical. Evidentemente que o Homem não é mais que o somatório dos seus antepassados. Esvaziado dessas lembranças culturais, ficava oco, desprovido de conteúdo. Pretendo, e numa base individual, esquecer experiências passadas das quais, não sei porquê, ou talvez saiba, apenas recordo as más. Assim o melhor é esquecer o passado e seguir em frente.

heloisa said...

_OK! MEU AMIGO*!!!!!!!
SIGA ENTAO EM FRENTE RUMO AO FUTURO E QUE ELE SEJA BRILHANTE!!!
GUARDE NO CORACAO (pensamento) O *MEL* DAS RECORDACOES E "SARE" AS FERIDAS COM A SEIVA DA ESPERANCA!
E... O FEL (O QUE AMARGA E CAUSA "ENJOO", QUICA' DOR...)DESPEJE-O NA VALA PROFUNDA DO "TEMPO JA' FENECIDO"!!!!!

_O SOL ERGUE-SE TODOS OS DIAS NUMA AURORA DE PROMESSAS:_ESCUTE, COM CUIDADO, O QUE *ELA* LHE PROMETE E...ACEITE E EXIJA ESSE "CUMPRIMENTO" DANDO EM TROCA O SEU *AMOR* A *ELA*:_*AURORA/VIDA*!!!!!!
QUE ESTE FIM DE SEMANA SEJA DE SOL NO SEU CORACAO!!!!!
MEU ABRACO!
Heloisa.
*****************