Friday, February 11, 2005

É esta a visão



É esta a visão que tenho!
Quando te sinto na bruma da maré,
No vento que me açoita delicado,
Que me enlaça e me sussurra amor...
E que espera de mim,
A volúpia adivinhada pela vontade de te mimar...

É esta a visão que tenho!
Da criação, da liberdade,
Quando a água me beija,
E me chama a procurar certezas em infindáveis (in)certezas...
De entre gotas imensas de mar...

É esta a visão que tenho!
Quando sigo no vértice do vento,
Na crista da onda do mar,
Para aí chegar,
Onde culmina o meu e o teu tempo,
E tudo o que invento,
Para saberes que existo,
Aqui e aí,
Onde o vento soprar e o mar alcançar
Só para te poder amar!

É esta a visão que retenho profética de ti...
E que conservo egoísta
Do esplêndido amor que já sei meu!

( Paula Isabel )

10 comments:

Márcia Maia said...

Belíssimo poema! Onde se lê mais ( e quem) Paula Isabel?
Beijo grande daqui.

BlueShell said...

Olha, Peter...não sei que é a Paula Isabel ...mas sei que este é um dos melhores poemas de amos que tenho lido nos últimos tempos ( e podes crer que leio bastante poesia). Tomara eu escrever assim . àra béns a ti e à Paula Isabel. Fica um Jinho, BShell

BlueShell said...

Xiiiii...o meu comentário está cheio de erros...
1º Amor - a Não "amos";
2º Parabéns e Não...o que lá está àra bens (heheheh...é melhor eu ir dormir antes de fazer mais asneira....)BS

Peter said...

BShell, já transcrevi para a Paula, o comentário da Márcia. Vou fazer o mesmo com o teu. O poema dela está a fazer sensação. Até 4ªF ;-))

amita said...

É uma beleza este poema de amor da Paula Isabel. Quem é que tão lindos versos escreve? Bjos Peter e até Quarta

lique said...

Faço coro com os comentários anteriores, Peter. O poema é muitíssimo bom. Quem é a Paula Isabel? :) Beijos

Paula Isabel said...

E eu agradeço a todos os comentários tão elogiosos... Confesso que me levaram às lágrimas! Obrigada também ao Peter, por me ter cedido o seu cantinho... Paula

BlueShell said...

Pode parecer estranho mas acho que estou, de novo, apaixonada...
Pelos sintomas...
Jinho, BSHell

blimunda said...

ó meu lindinho, peter pan, para onde voaste? as saudades apertam o meu coração...

Peter said...

Olá Sete-Luas! Baldei-me. O Voador emprestou-me a máquina e fui dar umas voltas. Afinal para q servem os atestados médicos, senão para estas situações? (Sete-Sóis)