Friday, April 08, 2005

Glosa de um Antigo Mote CastelhanoEn la fuente del rosel

Lavan la niña y el doncel,


Él a ella y ella a él.

O que a menina lá lava?
Lava a menina o donzel.
O que o donzel lava lá?
Lava à menina o donzel.
De que se lavam os dois?
Lavam-se antes ou depois?
Porque um ao outro se lavam,
é mais certo que depois.
Lavam menina e donzel,
el' a ela e ela a el'.

(Jorge de Sena - Dez.69)

3 comments:

Menina_marota said...

Sorri ao ler este Poema... Não é que me lembrou um apaixonado que tinha e que um dia me ofereceu uma cassete ( sim, que os CDs eram desconhecidos na época) e uma das música que me ficou no ouvido era mais ou menos assim:
" Ojos expresivos
carita soriente
mirada agradable
por eso aqui tienes
lo que me pediste
que en ti me inspirar
una cancion linda
que llegara al alma

Por eso me tienes
de ti enamorado
yo componia alegre
pero ahora romantico..."

Não me lembro do resto, nem do seu cantor, mas este trecho, nunca mais o perdi de memória.

Abraço ;-)

lique said...

Que delícia, o poema! Bom fim de semana, Peter. Beijos

BlueShell said...

tenho andado fugida, bem sei...
mas agora vim...e tive uma agradável surpresa: adorei o que li!
Jinhos mil , BShell