Sunday, November 13, 2005

A Ilha


Tinha vinte anos e já sabia
O que queria
Queria te ter
Oh ilha
Como se fosses uma mulher
Que me espera
Dia após dia
Noite após noite

Tinha vinte anos e queria
Sorver a vida num momento
Como se acabasse nesse instante
A magia do tempo

Tinha vinte anos
E não me esqueço
Que amei cada dia
Um pouco do sol
Do calor
Da chuva
Do sol
Do mar da ilha

Tinha vinte anos
e parece que foi ontem

© Piedade Araújo Sol
Novembro 2003

7 comments:

Luna said...

muito bom este e não conhecia a autora. Obrigada

Peter said...

Eu também não conhecia a autora. É madeirense e colabora com a Maria do Céu Costa ( que consta dos links do "conversasdexaxa4") no blog "Aqui".

Su said...

gostei de ler
jocas maradas cheias de mar e sol

lazuli said...

Já tinha reparado na autora, pelo que li no blog e principalmente por causa do jornal.
Não é "em vão" que ali se fazem umas recomendações...

Maria do Céu Costa said...

Peter, reparo que já está ilucidado quanto à questão que deixou no aqui, a comprová-lo está aqui esta bonita escolha deste poema "A Ilha". Beijinhos.

Maria do Céu Costa said...

Peter e para lhe dizer que a partir de hoje estará linkado no AQUI da Piedade e da Maria do Céu. Beijinhos.

Menina_marota said...

Sou fã da Poesia da Piedade.


Deixo-te este link de um blog que acho que está sensacional.

http://pedrasnomar.blogspot.com/

Um abraço e bom domingo ;)