Wednesday, December 21, 2005

Natal

Acontecia. No vento. Na chuva. Acontecia.
Era gente a correr pela música acima.
Uma onda uma festa. Palavras a saltar.

Eram carpas ou mãos. Um soluço uma rima.
Guitarras guitarras. Ou talvez mar.
E acontecia. No vento. Na chuva. Acontecia.

Na tua boca. No teu rosto. No teu corpo acontecia.
No teu ritmo nos teus ritos.
No teu sono nos teus gestos.
Nos teus gritos. Nos teus olhos quase aflitos.
E nos silêncios infindos. Na tua noite e no teu dia.
No teu sol acontecia.

Era um sopro. Era um salmo. Nostalgia nostalgia.
Todo o tempo num só tempo: andamento
de poesia. Era um susto. Ou sobressalto. E acontecia.
Na cidade lavada pela chuva. Em cada curva
acontecia. E em cada acaso. Como um pouco de água turva

na cidade agitada pelo vento.

Natal natal diziam. E acontecia.
Como se fosse na palavra a rosa brava
acontecia. E era Dezembro que floria.
Era um vulcão. E no teu corpo a flor e a lava.
E era na lava a rosa e a palavra.
Todo o tempo num só tempo: nascimento de poesia.

( Manuel Alegre )

5 comments:

dulce said...

Todo o tempo num só tempo ...
Beijos e votos de um Bom Natal.

Peter said...

Dulce, obrigado pelos votos de BF. A partir do outro blog "conversasdexaxa4", já te tinha visitado assim como a todos os blogs linkados, a deixar tb os votos de Bom Natal e de um 2006 um pouquinho melhor.*

amita said...

Bateram leve, levemente
como quem chamavam por mim
era o Peter certamente
quem tão leve batia assim.

Entregou-me um Pai Natal
Carregadinho de presentes
e para que conste, afinal
te mando alguns.'Tás contente?

E já que aqui estou parada
porque a porta estava aberta
não tens aí uma rabanada?
Não!? Queres mousse pela certa...

Como as horas passam voando
e o hoje-amanhã é atarefado
meu amigo, me vou, cantando
Boas Festas e... Obrigado

Um bjo, um sorriso e que o Pai Natal seja generoso contigo

amita said...

Rectifico: Chamava. (lol) O adiantado da noite é o que dá!...
Um belo poema do Manuel Alegre e, como sempre, uma sensibilidade especial na escolha das imagens. Um Bom Natal, Peter. Um bjo e um doce sorriso

Peter said...

amita, és um amor.*