Wednesday, June 22, 2005

A praia do mar


(copyright National Geographic)

Corre menina à beira do mar
corre, corre, pela praia fora
que belo dia que está, não está
e o primeiro a chegar não perde

Andam as ondas a rebentar
e o relógio a marcar horas
a sombra é quente, e quase não há
e o sol a brilhar já ferve

Corre a menina à beira do mar
corre enquanto a gaivota voa
vem o menino para a apanhar
e a menina sentindo

Anda o barquinho a navegar
vem do Porto pra Lisboa
foge a menina da beira mar
foge logo quando a maré sobe

Andam a brincar
na praia do mar
as ondas do mar
andam a rebentar
na praia do mar
andam a brincar
as ondas do mar
andam a rebentar
as ondas do mar
andam a rebentar

E é tão bonita a onda que vem
como a outra que vejo ao fundo
a espuma branca que cada tem
é a vida de todo o mundo

( Pedro Ayres Magalhães )

4 comments:

blimunda said...

meu querido peter pan, não desapareci, apenas tenho estado em luta comigo mesma, como bem sabes. não esqueço nunca a quem quero bem e fico triste se estás triste ou tens algum problema de dificil resolução. toma lá um beijinho que é a única coisa que posso fazer e por vezes ajuda mesmo

Menina_marota said...

Lindo!
Voltei a ser menina, nesta imagem e neste poema...
Abraço :-)

Peter said...

Força Blimunda!

Peter said...

Encantou-me a foto e depois tive de encontrar uns versos adequados, optando por estes dos "Madredeus".