Monday, October 10, 2005

Cores de Outono



O Verão foi-se despedindo.
O frio chegou.
O Tempo mudou.
Uma nova estação está abrindo.

As árvores vão-se despindo
das suas folhas amarelecidas,
folhas do verde desvanecidas
que, suavemente, vão caindo.

O chão vai-se cobrindo
de pequenas folhas envelhecidas
ora amarelas ora tingidas
de verde, castanho, vermelho se esvaindo.

A vida destas folhas se esvaindo
cobre, protege as sementes encolhidas
no solo húmido, escondidas.
O Ciclo da Vida continua infindo.

( António Fernando Vilar Barbosa )

4 comments:

Maria do Céu Costa said...

Um poema Outonal, tão bem ilustrado pela imagem. Beijinhos.

Peter said...

MCéu, a imagem é mais bonita que o poema.

dulce said...

Adoro o Outono. A imagem é de sonho.
Bjs.

Peter said...

dulce, escolhi a imagem e depois tive dificuldade em encontrar o poema. Saí mesmo agora do teu blog.