Wednesday, February 14, 2007

O amor


Assim como se eleva
para acariciar
os teus ramos mais tenros
que estremecem ao sol...
também desce às raízes
e abala a tua firmeza na terra.

O amor é a única liberdade do mundo, pois eleva

de tal modo o espírito que as leis da Humanidade

e os fenómenos da Natureza
não alteram o seu curso.

( Inês Pedrosa, uma grande mulher das letras.)

6 comments:

Paula Raposo said...
This comment has been removed by the author.
NARNIA said...

passei para desejar um bom fim de semana :)

rouxinol de Bernardim said...

Inês Pedrosa é sempre uma referência de qualidade!

Haverá alguma "Inês" que o não seja?

Amor e Inês são pleonasmo...

Blueshell said...

Gosto de te ver assim...

Eu...a cada dia perco mais um pouco do pouco que me restava!
Beijo
BShell

Papoila said...

Um bonito cartão!
Uma semana depois é belo!
Beijo

Ana Luar said...

E porque a Inês tem toda razão... fica um beijo em nome do amor e de todos os que dele se sustentam.

bjs Peter... do tamanho do mundo.