Thursday, March 13, 2008

Quando o amor morrer dentro de ti


Quando o amor morrer dentro de ti,
caminha para o alto onde haja espaço,
e com o silêncio outrora pressentido
molda em duas colunas os teus braços.
Relembra a confusão dos pensamentos,
e neles ateia o fogo adormecido
que uma vez, sonho de amor, teu peito ferido
espalhou generoso aos quatro ventos.
Aos que passarem dá-lhes o abrigo
e o nocturno calor que se debruça
sobre as faces brilhantes de soluços.
E se ninguém vier, ergue o sudário
que mil saudosas lágrimas velaram;
desfralda na tua alma o inventário
do templo onde a vida ora de bruços
a Deus e aos sonhos que gelaram.

(Ruy Cinatti 1915 - 1986, in "Poemas de Amor - antologia de poesia portuguesa", Inês Pedrosa)

9 comments:

Menina_marota said...

Acho que isso nunca vais acontecer... jamais morrerá o amor dentro de mim!

Mas gostei do poema!

Tens um desafio para ti. É da tua livre escolha o blogue onde o queiras postar.

Um abraço carinhoso e bom domingo ;)

belakbrilha said...

Morrer talvez, nunca morra!
AMAR...faz parte de nós!
Amar com diferentes "olhares/sentires"

bjs

Paula Raposo said...

Um poema fantástico que escolheste. Mas não, o amor não morrerá jamais, dentro de nós...beijos.

belakbrilha said...

Renascer!
Este é o verdadeiro
significado da Páscoa.

Feliz Páscoa!

BJS

Vieira Calado said...

Não tenho nenhum livro deste autor. Mas creio, já tinha lido o poema, há muito tempo.
Obrigado por trazê-lo aqui.
Um abraço

Heloisa B.P said...

"Aos que passarem dá-lhes o abrigo
e o nocturno calor que se debruça
sobre as faces brilhantes de soluços.
E se ninguém vier, ergue o sudário
que mil saudosas lágrimas velaram;
desfralda na tua alma o inventário
do templo onde a vida ora de bruços
a Deus e aos sonhos que gelaram."
**************
SEMPRE POESIA, NAO CINCO, MAS DEZ ESTRELAS********!

Tenho andado por AI' lendo e vendo!
Estive tambem mais de uma hora no CONVERSAS DE XAXA, lendo e lendo e me deliciando, tanto com as POSTAGENS como com os COMENTARIOS!
_TEMAS, PERTINENTES E.. "IMPERTINENTES" que vao do caso do VIDEO ALUNA PROFESSORA ao da "MENINA ATRELADA"!
Nao deixei comentario nenhum porque muito dificil me e' escrever e, HAVIA (HA'!) POR LA' COMENTARIOS QUE EXPRESSAVAM (EXPRESSAM) meu pensar e meu sentir!
Enfim... diverti-me e taambem me espantei e.... SEMPRE APRENDI_APRENDO_ NESSAS SUAS_E DELES_ CONVERSAS DE XAXA********!

ABRACO-O MEU AMIGO!
Vejo por AQUI* *MENINA-MAROTA* A QUEM DEIXO UM IMENSO ABRACO, TAMBEM. OUTRO PARA A BLUEZINHA/ANA*****

ATE' SEMPRE CARO AMIGO!
Heloisa
..........

Heloisa B.P said...

"Aos que passarem dá-lhes o abrigo
e o nocturno calor que se debruça
sobre as faces brilhantes de soluços.
E se ninguém vier, ergue o sudário
que mil saudosas lágrimas velaram;
desfralda na tua alma o inventário
do templo onde a vida ora de bruços
a Deus e aos sonhos que gelaram."
**************
SEMPRE POESIA, NAO CINCO, MAS DEZ ESTRELAS********!

Tenho andado por AI' lendo e vendo!
Estive tambem mais de uma hora no CONVERSAS DE XAXA, lendo e lendo e me deliciando, tanto com as POSTAGENS como com os COMENTARIOS!
_TEMAS, PERTINENTES E.. "IMPERTINENTES" que vao do caso do VIDEO ALUNA PROFESSORA ao da "MENINA ATRELADA"!
Nao deixei comentario nenhum porque muito dificil me e' escrever e, HAVIA (HA'!) POR LA' COMENTARIOS QUE EXPRESSAVAM (EXPRESSAM) meu pensar e meu sentir!
Enfim... diverti-me e taambem me espantei e.... SEMPRE APRENDI_APRENDO_ NESSAS SUAS_E DELES_ CONVERSAS DE XAXA********!

ABRACO-O MEU AMIGO!
Vejo por AQUI* *MENINA-MAROTA* A QUEM DEIXO UM IMENSO ABRACO, TAMBEM. OUTRO PARA A BLUEZINHA/ANA*****

ATE' SEMPRE CARO AMIGO!
Heloisa
..........

Natalia said...

Peter,
Sou do Brasil.
Por conta de um amor perdido, estou a procura de novos espaços.
A perda do amor faz com que nós não caibamos mais dentro de si, e a alternativa e caminhar para o alto onde haja espaço.
Vi o seu comentário sobre andrómeda no site Astronomia Algarve, eu tenho a mesma sensação que você.

"Compartilhando sentimentos alimentamos nossos espíritos, nutrimos nossos corações."

"...desfralda na tua alma o inventário
do templo onde a vida ora de bruços
a Deus e aos sonhos que gelaram."
Um abraço,
Natalia

Kalinka said...

Dizem os blog-expert que a melhor maneira de acabar com um blogue é fazer longas pausas, terminar e depois voltar, enfim, parecer inconstante...
Isso faz com que os leitores percam o interesse e desapareçam.
Será mesmo?

Percebi que a vida não se arruma, puxam-nos o tapete a toda a hora...e, estou mesmo decidida a «fechar» o meu kalinka...muito sorrateiramente um dia destes estará fechado. Não quero alaridos, tudo feito no silêncio e na dor que a minha vida tem sido, nestes 2 ultimos meses.

Peço desculpa a todos e estás entre eles, que sempre me deram força nos momentos mais difíceis.

Muito obrigada a quem me visita.

Beijinhos.