Monday, December 15, 2008

Natal divino

"Natal divino ao rés-do-chão humano,
sem um anjo a cantar a cada ouvido.
Encolhido
à lareira,
ao que pergunto
respondo
com as achas que vou pondo
na fogueira.

O mito apenas velado
como um cadáver
familiar ...
E neve, neve, a caiar
de triste melancolia
os caminhos onde um dia
vi os Magos galopar ...”

(Miguel Torga, S.Martinho de Anta, 24 de Dezembro de 1970)

Para todos os que me visitam, desejo um feliz Natal na companhia dos que vos são queridos e um Ano Novo com a realização de todos os vossos desejos, esperando continuar a contar com a vossa presença em 2009.

Peter

( Quadro de Alessandro di Mariano Filipepi, mais conhecido como Sandro Botticelli (Florença, 01 MAR 1445 – 17 MAI 1510) foi um pintor italiano da Escola Florentina no começo do Renascimento. Esta segunda (a primeira encontra-se na National Gallery em Londres ) "Adoração dos Magos" (c. 1475; Uffizi) retrata, com linhas ágeis e vivas, a Virgem e o Menino cercados de homens da corte dos Medici, que eram os seus maiores patronos. A figura no canto direito da tela e olhando para nós, é o próprio Botticelli).

6 comments:

Paula Raposo said...

Boa escolha do poema! Beijos.

antonio - o implume said...

Obrigado e votos retribuídos.

Fragmentos Culturais said...

Miguel Torga sempre 'vivo'! Um dos mais lúgubres poemas de Natal! Mas autêntico, tal como Torga!

Sensibilizada pelos votos aqui expressos!

Voltarei antes do Natal!
Abraço

Fragmentos Culturais said...

Doce Natal!

Muita Paz, Fraternidade, Afectos imensos...

Um beijo

leonor costa said...

Obrigada, igualmente!

Um abraço e até sempre!



HOJE E AMANHÃ

Camila said...

Obrigada pela visita e pela gentileza do comentário.

Que no novo Ano as suas palavras continuem a ser fortes e autênticas, porque fazem sentido e demonstram lucidez.

Um Grandioso Ano 2009

Camila Silva